Precisamos falar sobre o estresse

O estresse pode ser definido como qualquer carga que é direcionada há alguém ou alguma coisa, essa carga não consegue ser absorvida ou processada ou metabolizada/digerida.

No nosso caso, seres humanos, as cargas ou estímulos que recebemos precisam ser digeridas pelo sistema nervoso, e isso nem sempre acontece. Diferentes pessoas digerem esses estímulos ou cargas de diferentes formas. Então, o que pode ser um estímulo insuportável para uma pessoa, pode ser um estímulo agradável para outra. Um exemplo disso, pode ser uma mulher que teve uma relação saudável em seu primeiro relacionamento íntimo com um homem e que guarda uma memória afetiva de prazer em relação aquele evento e, tem uma relação com homem de uma forma saudável. Por outro lado, uma mulher que teve um primeiro encontro afetivo desagradável, onde a relação foi forçada, deixa um trauma ou uma memória ruim desse evento, naturalmente, pela natureza de opressão daquele momento da relação. A tendência é que essas memórias, quando não digeridas de forma integral, criem um padrão de funcionamento dessas mulheres diferentes quando elas se relacionam com o seu companheiro.

Sabemos hoje também que existem diferentes maneiras de combatermos o estresse que estamos acumulando em nosso cotidiano. A ONG Stress in America, com sede nos Estados Unidos, reportou em uma pesquisa realizada em 2017 que o percentual de pessoas que estão praticando meditação e yoga cresceu de 8% para 12% comparado em 2016.

A meditação é a ferramenta mais poderosa que conheço e recomendo para meus clientes para combater o estresse. Existem inúmeras pesquisas realizadas, relatando os efeitos positivos dessa ferramenta de bem-estar, quando praticada corretamente e regularmente. Um estudo mais recente, publicado pela American Heart Association em abril de 2013, concluiu que a técnica de Meditação Transcendental por exemplo reduz a pressão alta e recomenda que a técnica seja considerada pelos médicos na prevenção e tratamento em casos de hipertensão.

Existem muitas maneiras de controlarmos o estresse absorvido em nosso dia a dia, a meditação é uma delas, porém, a mais poderosa em minha opinião e de muitos experts.

Atividade física por exemplo é outra ferramenta fundamental no combate ao estresse. Não precisamos nos tornar praticantes assíduos de algum tipo de esporte, mas é imprescindível que passemos a fazer algum tipo de atividade física, de preferência diariamente. Pode ser uma caminhada, uma corrida, bicicleta ou alguma atividade que você goste. Não precisa exagerar!

Por exemplo, o sono adequado, tanto em qualidade quanto em quantidade, é também outra necessidade fundamental para o combate aos estresses que acumulamos e para que possamos manter uma vida saudável e equilibrada. Tenho visto muitas pessoas procurarem a meditação hoje em dia porque não consegue dormir bem e muitas outras com insônia mesmo. O resultado é incrível! Pessoas que só dormem com o auxílio de remédios passam a dormir bem com poucos dias de prática diária de meditação.

Partindo dessa premissa, temos hoje informações relevantes, de fontes sérias, relatando o quanto o estresse tem aumentado em nossa sociedade e o quanto o estresse que estamos acumulando como seres humanos tem afetado nossa saúde. A Harvard Medical School por exemplo, em um dos seus relatórios sobre gestão do estresse, constatou que 90% dos problemas de saúde existentes hoje em nossa sociedade são consequências do estresse.

Por André Elkind

Texto publicado originalmente em https://blog.programaplenamente.com.br/estresse/; conteúdo editado pelo autor para se adequar aos padrões do R.evolution Club