Expressões de afeto graças ao Google Street View

Olhar fotos antigas de amigos e parentes falecidos é um hábito antigo e comum, assim como ter essas imagens por perto, exibidas em porta-retratos. Trata-se de uma maneira de perpetuar um afeto ou cultivar uma saudade. Talvez esse hábito possa explicar uma mania recente de usuários de redes sociais. Eles estão usando o aplicativo Google Street View para encontrar imagens de pessoas queridas já mortas, capturá-las e postá-las.

Criado para proporcionar uma representação visual do ambiente que nos cerca em imagens panorâmicas, o Google Street View ganhou, portanto, uma nova e inusitada função. Alguns desses usuários afirmam que encontrar e postar as imagens de seus parentes e amigos mortos é uma forma de trazê-los de volta, ou pelo menos de trazer boas lembranças. É como se eles tivessem ficado congelados no tempo.

Em geral, são registros dos quais os usuários não tinham conhecimento, portanto, inusitados e surpreendentes. A mania, explicou a BBC, foi desencadeada por uma postagem na conta Fesshole, do Twitter. Trata-se de uma conta que pede aos seguidores para fazerem confissões anônimas. Muitos, porém, fazem confissões em que se identificam.

Neil Hendersen, da BBC, compartilhou no Twitter uma imagem de seu pai diante da porta de casa. “Tenho literalmente centenas de filmes de meu pai, mas o Google Street View é muito comovente, como se ele estivesse por perto”, escreveu ele junto à foto.

Um usuário da rede social que se identifica como Sean exibiu uma imagem de seus pais andando de mãos dadas na rua e contou que perdeu um deles há oito anos e o outro há seis. “Posso voltar a 2009 e ver meus pais andando na rua de mãos dadas”, comentou.

Já o usuário Bernard Baker capturou no Google Street View uma imagem que mostra uma senhora à porta de casa: “Minha mãe saindo de fininho para fumar”, descreveu.

 

RELOGINHO DO GOOGLE MAPS PERMITE RECUPERAR IMAGENS

Não faltam coraçõezinhos acompanhando as mensagens e até circundando a imagem da pessoa querida na postagem. Alguns usuários disseram que, ao verem seus entes queridos nas imagens do Google Street View, sentem-se conectados com eles. Outros lamentaram que o aplicativo tenha substituído algumas imagens por outras mais recentes.

Existe, porém, uma maneira de recuperar imagens antigas, informou a BBC. É preciso tocar no ícone do reloginho localizado no alto da página do Google Maps, à esquerda – no Google Earth, esse ícone não aparece.

Karim Palant usou esse recurso do reloginho para encontrar uma imagem de seu avô Charles Palant. Registrada em 2015, a imagem por ela postada mostra um senhor à janela de seu apartamento em Paris, inclinando-se para falar com sua cuidadora, que está embaixo, na calçada.

“Ele morou nesse apartamento por talvez setenta anos, e passei muitos momentos felizes ali”, escreveu Karim junto à postagem. Ela contou que, com mais de 90 anos, o avô teve aulas para aprender a usar o computador. Disse ainda que a família só tomou conhecimento da imagem no Google Street View depois de sua morte. E comentou: “Era um dia de sol na foto e ele estava muito relaxado. Isso me faz lembrar de um tempo e um lugar felizes.”