No espaço entre o céu e a terra, a contínua criação

O céu e a terra não são bondosos
Tratam os dez mil seres como cães de palha
O Homem Sagrado não é bondoso
Trata os homens como cães de palha

O espaço entre o céu e a terra assemelha-se a um fole
É um vazio que não distorce
Seu movimento é a contínua criação

O excesso de conhecimento conduz ao esgotamento
E não é melhor do que manter-se no centro

Capítulo 5 de Tao Te Ching – O livro do caminho e da virtude, de Lao Tse, em tradução do mestre Wu Jyn Cherng, da Sociedade Taoísta do Brasil. O R.evolution Club está publicando semanalmente cada um dos 81 capítulos em versos que compõem esta que é uma das obras mais importantes da literatura chinesa.