Pessoas felizes: como elas agem?

Décadas de estudos sobre felicidade e bem-estar emocional provaram que experimentar níveis elevados de felicidade está ao alcance de quase todos os indivíduos. Não há cura mágica para a tristeza, mas vários comportamentos cognitivos, emocionais e físicos podem multiplicar suas chances de se sentir melhor em relação à sua vida.

Coisas que as pessoas felizes escolhem não fazer:

  • Elas não se demoram em reveses ou acontecimentos desagradáveis. Ruminar pensamentos negativos domina o pensamento positivo.
  • Elas não se estressam quando as coisas não acontecem do jeito que elas gostariam. Procure respirar fundo, considerar suas opções e seguir em frente. Estresse e ansiedade não permitem que seu cérebro avalie situações e gere boas soluções.
  • Eles não perdem tempo ou energia com ressentimento ou inveja do sucesso de outras pessoas. Se os feeds de amigos ou familiares em redes sociais deixarem você frustrado com sua própria vida, pare de navegar neles. Poste o que deseja, se ainda desejar, e desconecte-se.
  • Elas não tiram conclusões se as coisas não saem da maneira que eles querem. Isso se aplica a relacionamentos, no trabalho ou na vida.
  • Elas não catastrofizam as complicações ou falhas que enfrentam na vida.
  • Elas não perdem tempo tentando forçar uma “vida perfeita”. Quando aprendemos a deixar de lado as coisas que não podemos controlar, isso libera mais energia para moldar melhor as coisas que estão ao nosso alcance.
  • Elas não passam tanto tempo se preocupando com seus próprios problemas enquanto se envolvem em interações saudáveis ​​com outras pessoas. Um foco externo é a chave para sair do seu próprio caminho e experimentar a felicidade da vida cotidiana.

Coisas que as pessoas felizes escolhem fazer:

  • Elas se concentram no que está dando certo na vida. O pensamento positivo gera gratidão e um estado de espírito apreciativo. Essas duas coisas aumentam a felicidade.
  • Elas dão tempo ao cérebro para reiniciar, todos os dias. A meditação dá ao cérebro uma chance de deixar de lado os pensamentos negativos e “apagar” o dano que o pensamento negativo pode causar.
  • Elas procuram estar conscientes do mundo ao seu redor. Elas permanecem fundamentadas no presente, em vez de refletir sobre o passado e suas frustrações.
  • Elas desmerecem pensamentos negativos. Quando o cérebro está atolado em padrões de pensamentos negativos, você precisa desafiá-los, testando-os contra a realidade. Deixe de lado pensamentos negativos e defeituosos que atrapalham o seu bem-estar.
  • Elas criam uma forte rede de apoio social, cujo valor é inestimável: todo estudo sobre felicidade aponta para a presença de uma rede de suporte saudável como forte preditor.
  • Elas se concentram em pertencer. Depois de desenvolver sua rede ou encontrar sua tribo, esteja disposto a descobrir diferenças, praticar o perdão e manter-se envolvido em relacionamentos.
  • Elas procuram dar e receber aos outros para consolidar relacionamentos e melhorar o bem-estar. Peça apoio quando necessário e esteja disposto a oferecer apoio em troca.
  • Elas dizem que a felicidade é uma escolha. Mas, às vezes, é o resultado de várias pequenas escolhas que trabalham juntas para nos impulsionar e nos manter à tona quando os desafios aparecerem.
Adaptação e tradução de texto originalmente publicado em https://www.psychologytoday.com/us/blog/lifetime-connections/201906/7-things-happy-people-do-and-what-they-dont-do