Como obter energia sem recorrer a café e açúcar

Nada mais comum do que tomar um café ou comer um docinho para afastar aquela preguiça depois do almoço. Mas, atenção: os efeitos são temporários. Pode ser que um expresso o mantenha alerta até a hora do jantar, mas pode ser também que você se veja deitado na cama olhando para o teto às três da manhã. O jornal inglês The Guardian ouviu especialistas para listar sete maneiras saudáveis de obter mais energia sem precisar recorrer à cafeína e ao açúcar – e de maneira mais saudável, barata e sem risco de se viciar. Seguem as dicas:

  • Mantenha-se em movimento: Use exercícios físicos para se sentir bem, e não para se cansar, aconselha Sarah Russell, uma especialista em exercícios que trabalha com pacientes com câncer. Para que seus clientes encontrem motivação para se manterem em atividade, mesmo quando estão cansados, elas os incentiva a focar em objetivos viáveis. “Mesmo dez minutos de movimento lhe darão energia”, afirma Sarah. Se falta vontade de se exercitar, pelo menos se alongue, recomenda.
  • O carboidrato não é um inimigo: A fonte de energia favorita do nosso organismo é a glicose, fornecida pelos carboidratos. “O principal motivo pelo qual as pessoas enfrentam baixa energia é que elas não estão comendo o suficiente durante o dia ou não estão comendo carboidratos suficientes”, diz a nutricionista Priya Tew. Para estabilizar o nível de energia proveniente dos carboidratos e prolongá-lo, ela sugere comer também proteína e gorduras saudáveis.
  • Verifique seu nível de ferro: A deficiência de ferro – também conhecida como anemia – pode causar cansaço e falta de energia. Isso costuma ser mais comum em mulheres, em especial durante a gravidez, e pode ser tratado com uma mudança na dieta. Verduras de cor verde escuro e cereais ricos em ferro são boas alternativas, ou mesmo um suplemento alimentar. Se você se sente cansado, Priya recomenda checar seu nível de ferro.
  • Cheque a vitamina D também: Priya afirma que a fadiga pode ser um sinal de deficiência de vitamina D. A falta de exposição ao sol pode ser contornada com a ingestão de vitamina D em comprimidos. Para isso, consulte um especialista.
  • Cuidados com os doces muito doces: Alimentos cheios de açúcar podem fazer você se sentir bem logo depois de ingeri-los, porém mais tarde seu nível de energia despenca, alerta Priya. Ela aconselha adotar refeições e petiscos mais equilibrados, ricos em fibras, grãos integrais, proteínas, frutas, legumes e gorduras saudáveis. “A vitamina B dos grãos integrais ajudará você liberar a energia desses alimentos”, diz ela. E evite o álcool, que no dia seguinte deixa você cansado enquanto seu corpo o processa, afirma a especialista.
  • Saia: Uma pesquisa da Universidade de Rochester, no estado de Nova York, constatou os efeitos revigorantes do contato com a natureza. O professor Richard Ryan diz que passeios ao ar livre dão vitalidade e energia – e com mais intensidade e duração do que recursos como beber café e comer chocolate. “Você não pode estar com o celular”, alerta ele. “Precisa se permitir mergulhar no mundo à sua volta.” Segundo ele, também não precisa fazer uma caminhada longa. Dez minutos podem deixá-lo revitalizado por várias horas.
  • Não se martirize numa academia de ginástica: Encontre exercícios que funcionem para você, recomenda Sarah Russell. Ela afirma que exercícios extenuantes não lhe darão energia, podendo deixar você menos ativo e com menos músculos. E sugere fazer exercícios de força em casa, usando pequenos pesos. O pilates também é uma boa opção, diz.